quarta-feira, 18 de março de 2009

SÓCRATES É QUE RECEBEU OS 500000 AERIOS

"vão mas é chatear o Sócrates porque ele é que recebeu os 500 mil"
"Uma escuta telefónica de 17 minutos, feita a uma pessoa envolvida no caso Freeport, inclui uma afirmação que liga o alegado pagamento de 'luvas' em troca da aprovação do outlet ao primeiro-ministro, José Sócrates. A intercepção remonta a 9 de Fevereiro de 2005, dois dias após a abertura do inquérito pelo Ministério Público do Montijo, apurou o Expresso, depois de ter autorização do Tribunal Constitucional para consultar esta semana os oito volumes do processo de fuga de informação que condenou o inspector Elias Torrão, da Polícia Judiciária de Setúbal.
A passagem em forma de desabafo - "vão mas é chatear o Sócrates porque ele é que recebeu os 500 mil" - é descrita pela inspectora titular da investigação, Carla Gomes, durante uma inquirição. O processo paralelo do inspector Torrão dá conta ainda de que um conjunto de dados sobre o património de Sócrates foi enviado em 2006 para os autos da investigação ao Freeport.
A conversa interceptada a 9 de Fevereiro de 2005 surge também referida em duas ocasiões pela coordenadora da PJ de Setúbal, Maria Alice Fernandes, e aconteceu no mesmo dia em que a PJ montou seis buscas em vários pontos de Alcochete, nas vésperas de "O Independente" ter publicado, a 11 de Fevereiro, uma notícia em que referia o nome de Sócrates como fazendo parte da lista de suspeitos do caso. O que significa que a escuta já existia quando, na altura, a direcção nacional da PJ e a Procuradoria-Geral da República se apressaram a afirmar que Sócrates não constava do processo." in Expresso
Mais um jornal para a lista dos cabalistas...
Pscr: O amigo vara é que vai de vento em popa no BCP, parece que duplicou o ordenadinho que trazia da caixa, a juntar à estória de ter sido promovido pela CGD depois de ter saído para aumentar a reformazinha dourada. A promoção é caso de policia mas o MP não abriu o bico, tão pouco o teixeira dos prantos, o resto é lá com os accionistas do BCP e clientes: se fosse eu já tinha fechado a conta, como fiz no BES quando o sr ricardo salgado disse dos professores: "quem não sabe ensina". É o que tem de bom o mercado...