sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Um paquiderme numa loja de cristais

1ºEsta criatura não aprendeu lógica na escola. Ah já sei, foi à independente fazer o exame .
2ºA foto deveras impressiona qualquer um, pelo realismo, carga emocional e política, funciona como um escape psicológico numa sociedade que permanece na letargia semeada e cultivada por um regime musculado,
3º Numa legislatura em que tudo foi mal conduzido, inclusive no mistério do eduquês, ninguém duvida que as decisões saem de Lisboa e a popota é só um peão com a habilidade política de um paquiderme numa loja de cristais.
4º É mais um episódio da putrefacção do regime.

7 comentários:

Anónimo disse...

parabéns aos professores de paredes de coura. pais orgulhem-se do exemplo dos professores dos vossos filhos.

Anónimo disse...

sou professora e mãe. confio nos professores dos meus filhos.

Anónimo disse...

Parabéns, Zé. Seria impossível descrever melhor o que se está a passar em tão poucas palavras.
Mas escrevemos para quê?

Alberto disse...

Tenho nome (Alberto).
Sou professor em Paredes de Coura.
Democraticamente o Conselho Pedagógico decidiu cancelar algumas actividades.
Depois entrou em acção a DREN recorrendo às suas atitudes pidescas...

Este polvo do poder total já tem muitos braços.

Anónimo disse...

Que revolta no olhar dos professores deste agrupamento. Só pela sua atitude se percebe qual é a verdade desta história.

Isabel Pedrosa Pires disse...

Temos que ser solidários e mobilizar os colegas de Paredes de Coura para apresentar queixa “por abuso de poder” da Sra DREN. Ela sabe que fez asneira pois já está a desmentir, nunca poderia interferir no plano de actividades de uma Escola. Os Colegas obedeceram. Saíram acorrentados e amordaçados, mas ainda vão a tempo.
Não nos podemos deixar humilhar, é um dever cívico e de classe.


http://bilroseberloques.blogspot.com/2009/02/dren-desmente-obrigacao-dos-professores.html

Isabel Pedrosa Pires disse...

[Os professores são] arruaceiros, covardes, são como o esparguete (depois de esticados, partem), só são valentes quando estão em grupo!” Margarida Moreira, directora-geral da Educação no Norte, em Viana do Castelo, em 28 de Novembro de 2008.